Chuva de granizo atinge 80% de casas em cidade do PR

CURITIBA - As chuvas de granizo de quarta-feira causaram destruição de pelo menos 80% das casas da área urbana no município de Pato Bragado, a cerca de 610 quilômetros de Curitiba. Segundo as análises dos técnicos da prefeitura e da Defesa Civil, as casas tiveram principalmente quebra de telhas e vidros. A prefeita da cidade, Normilda Koehler (PMDB), decretou estado de calamidade pública. Não há informação de feridos entre os cerca de 4,7 mil habitantes.

Agência Estado |

De acordo com a assessoria da prefeitura, a queda das pedras de gelo, algumas com mais de meio quilo, durou apenas dois minutos. Algumas pessoas precisaram passar a noite em barracões comunitários. No interior do município, os estragos foram observados nas culturas de milho, de mandioca e em alguns aviários. A prefeitura ainda não fez os cálculos dos prejuízos.

Em Douradina, na região noroeste do Paraná, a cerca de 600 quilômetros de Curitiba, o prefeito José Carlos Pedroso (PMDB) também decretou estado de emergência. As pedras de gelo formaram amontoados de até 20 centímetros nas ruas da cidade. Calcula-se que pelo menos 300 dos 6.500 habitantes foram prejudicados com a chuva. A prefeitura forneceu lonas plásticas para que as casas fossem cobertas.

A Defesa Civil também observou problemas menores em outros municípios, como Cascavel, Toledo, Guaíra, São José das Palmeiras, Nova Santa Rosa e Marechal Cândido Rondon. O Instituto Tecnológico Simepar prevê que a instabilidade continue pelo menos até sábado, com possibilidades de chuvas mais severas em algumas regiões.

    Leia tudo sobre: chuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG