Chuva congelante em Bagé

Um fenômeno raro acontece neste início de tarde em Bagé, na região da Campanha, no sul do Rio Grande do Sul.

Climatempo |

A chuva que está caindo por lá está sendo congelada em pleno ar. Para um observador comum, a aparência é de neve, mas tecnicamente não é. O cristal de neve se forma dentro de um determinado tipo de nuvem, onde praticamente toda a extensão da nuvem está com temperatura muito abaixo de zero. O que ocorre em Bagé é que as gotas de chuva que está caindo das nuvens estão sendo congeladas no trajeto entre a base das nuvens e o solo, devido a temperatura muito baixa do ar. O aeroporto de Bagé registrava apenas 4C, às 13h15 da tarde desta sexta-feira, quando o fenômeno foi observado. Esta medida de temperatura foi feita a 1,5 metros do solo. O ar acima está muito mais frio.

O frio intenso é provocado por uma massa polar muito forte que avança sobre o Sul do Brasil. Esta massa polar está forçando a formação de uma frente fria entre o Sul do Brasil, o Paraguai e a Argentina. Este fenômeno é chamado pelos meteorologistas de frontogênse e já aconteceu muitas outras vezes. As nuvens carregadas que cobrem o Rio Grande do Sul provocam chuva generalizada. O frio é intenso por todo o Estado. A temperatura em Caxias do Sul, na serra, não passa de 2C, ao meio-dia. A elevada umidade do ar e o ventos aumentam ainda mais a sensação de frio que os gaúchos estão sentindo nesta sexta-feira. Não se pode descartar a chance de que o fenômeno da chuva congelante ocorre em outras áreas do Estado no decorrer do dia. O ar úmido e gelado ainda será sentido neste sábado por todo o Rio Grande do Sul. As serras gaúcha e catarinense poderão registrar neve no fim de semana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG