Chuva complica o trânsito de SP e deixa maior parte da cidade em estado de atenção

SÃO PAULO - A chuva que atingiu a cidade de São Paulo na tarde desta quinta-feira foi de moderada a forte, deixando a maior parte da capital em estado de atenção até as 17h08, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Apesar do estado de atenção ter acabado, o trânsito segue complicado e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registra 117 quilômetros de lentidão, às 18h40.

Redação |

O maior congestionamento está na pista expressa da Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, entre a ponte Júlio de Mesquita Neto e a rua Azurita, com 6,5 quilômetros de filas. A pista local da marginal tem 5 quilômetros de trânsito lento entre a ponte Cruzeiro do Sul e a Júlio de Mesquita Neto, no sentido Castelo Branco.

Segundo a CET, há ocorrências de pequeno porte que prejudicam o trânsito em alguns locais, como um atropelamento de quatro pessoas, por volta das 14h, na Avenida Giovanni Gronchi, no Morumbi, que deixa a faixa da direita, sentido bairro, interditada.

Outro acidente aconteceu na avenida Vereador José Diniz, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, por volta das 13h40. Um motoqueiro foi atropelado por um ônibus e morreu no local, onde ainda está a equipe de perícia.

Chuva

De acordo com o CGE, uma área de baixa pressão no litoral paulista está provocando temporais localizados na faixa leste do Estado de São Paulo, que inclui a baixada Santista e litoral Sul.

A zona sul e a Marginal Pinheiros ficaram em estado de atenção desde as 14h05 e as zonas leste, sudeste, norte, mais a Marginal Tietê, haviam sido colocadas em atenção às 16h25.

Por volta das 14h foi registrada queda de granizo acompanhada de ventos fortes no extremo sul da cidade, onde choveu forte.


Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG