Chuva causa alagamentos e deixa desabrigados no Estado de SP

Em Guaratinguetá, vários bairros foram atingidos pelas águas do rio Paraíba do Sul, que chegaram a 4,35 metros acima do normal na tarde de hoje. Os principais bairros atingidos foram Santa Rita, Jardim Primavera, Chácaras Agrícolas e Jardim do Vale.

Agência Estado |

Na avenida Martins Cabral, no bairro Santa Rita, a água tomou conta de pelo menos 20 casas.

De acordo com os moradores, a última enchente desse porte aconteceu em 2000. A moradora Cíntia Lelis Tomazil e o marido Francisco Pereira dos Santos tiveram a casa totalmente inundada e perderam todos os móveis. Segundo os moradores, a prefeitura de Guaratinguetá não considera o local como área de risco. "Desde o Natal as águas já estavam nos preocupando. Eles nos prometeram casas em um outro local, mas até hoje não tomaram nenhuma providência", afirma Cíntia.

Em São Luís do Paraitinga, cerca de 500 pessoas continuavam desabrigadas até o início desta noite. A cidade teve praticamente toda a região central inundada pelas águas do rio Paraitinga, deixando isolada parte da população. A travessia do rio só podia ser feita em botes. Três famílias tiveram que deixar suas casas, que corriam o risco de desabamento. De acordo com a Defesa Civil de São Luís do Paraitinga, o nível das águas do rio chegou a mais de três metros acima do normal.

No quilômetro 30 da Rodovia dos Tamoios, por volta das 13h, um acidente entre um automóvel e uma camionete causou a morte de três pessoas.

    Leia tudo sobre: chuvasdeslizamento de terratragédia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG