Chuva alaga municípios e coloca Santa Catarina em estado de alerta

SANTA CATARINA - As fortes chuvas que atingem Santa Catarina nos últimos dias provocaram novos alagamentos na região Sul do Estado e fizeram a Defesa Civil entrar em estado de alerta neste sábado. Segundo informações do órgão, os municípios mais prejudicados são Tubarão, onde há diversos pontos de alagamento, e Araranguá, onde o rio de mesmo transbordou e há risco de interdição da BR-101, entre Araranguá e Maracajá.

Redação com Agência Estado |

    Além disso, no interior da cidade de Nova Veneza, também no sul de Santa Catarina, a força das águas já destruiu quatro pontes no Rio São Bento.

    Segundo o subtenente Edson Baú da Silva, a Defesa Civil tenta remover as famílias das áreas mais afastadas. "Os moradores esperam até o último minuto para deixarem suas casas, mas deveremos ter, em breve, muitos desalojados, pois a previsão é de chuva forte nas próximas 20 horas na região sul do Estado", afirmou.

    Segundo ele, a situação preocupa já que a agitação prevista para o litoral nesse fim de semana, com ondas de até cinco metros de altura, deve provocar ressaca e atrapalhar o escoamento das águas desses municípios. 

    AP
    Chuvas provocam estragos em Santa Catarina desde novembro de 2008
    Chuvas provocam estragos em SC desde o fim de 2008; foto de Blumenau

    De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil, 6 pessoas ainda estão desaparecidas após as chuvas que castigaram o Estado nos últimos meses. Ainda permanecem desalojadas 32.853 pessoas, sendo que deste total 5.617 estão desabrigadas, ou seja, não têm como voltar para as suas casas em curto prazo.

    Conforme a Defesa Civil, a formação de uma frente fria no Sul do Brasil, associada a um sistema de baixa pressão, mantém o tempo instável em Santa Catarina. Há chuva isolada entre o Oeste e Meio-Oeste. Nos próximos dias, porém, a atenção do órgão está voltada para o litoral Sul, onde o acumulado de chuva das últimas 24h já chega a 200mm em alguns municípios e o nível dos rios está elevado, causando o risco de mais alagamentos.

    Entre a tarde de domingo e a segunda-feira, o sistema de baixa pressão se afasta para alto mar, dando origem a um ciclone extratropical, e o sol volta a aparecer no Estado.

    No Rio Grande do Sul, a previsão também é de pancadas de chuva neste final de semana, principalmente no Noroeste do Estado. Na capital gaúcha, chove fraco na manhã deste sábado, mas algumas ruas ainda permanecem alagadas, conforme a Defesa Civil Municipal.

    Minas Gerais

    O tempo também segue instável em Minas Gerais, onde as chuvas já provocaram a morte de 22 pessoas somente no 2º semestre de 2008. O último caso grave registrado no Estado aconteceu na quarta-feira, dia 31 de dezembro, quando três pessoas foram arrastadas pelas águas do Rio Arrudas e morreram afogadas.

    O número de pessoas afetadas pelas chuvas já chega a 282.398, sendo que 56.668 estão desalojadas e 5.995 desabrigadas. As casas danificadas pelos temporais somam 20.783.

    A previsão para este sábado é que o maior volume de chuva se concentre nas regiões Centro-Sul e Leste do Estado. Nas demais regiões mineiras, há a possibilidade de ocorrerem chuvas de intensidade moderada a forte, acompanhadas de rajadas de vento e descargas atmosféricas. Na capital Belo Horizonte, o dia começou nublado e com chuva fraca.

    Leia mais sobre chuvas em Santa Catarina

    Leia também:

      Leia tudo sobre: santa catarina

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG