Cerca de 3.460 moradores atingidos pelas chuvas dos últimos dias no Rio de Janeiro ainda estão impedidos de retornar para suas casas, segundo levantamento feito pela Coordenação da Defesa Civil do Estado.

De acordo com o relatório, as cidades de Tanguá, Valença e Belford Roxo contam ainda com desabrigados - os que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos - e desalojados - os que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - em função das chuvas.

Em Belford Roxo, o número de desalojados chega a 3.039 e o de desabrigados a 20. Em Tanguá, na região metropolitana II, permanecem desalojadas 196 pessoas e desabrigados, 60. Em Valença, são 148 desalojados e 19 desabrigados. Nas demais cidades atingidas pela enchente na semana passada - Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Natividade e Três Rios - as vítimas que haviam deixado suas casas já retornaram.

As chuvas dos últimos dias já causaram a morte de seis pessoas no Rio. As três primeiras ocorreram em Nova Iguaçu, na quarta-feira da semana passada, quando um deslizamento de terra atingiu uma casa na Serra do Tinguá, matando dois adultos e uma criança. No domingo, um deslizamento de terra na estrada Rio-Teresópolis atingiu dois veículos, sendo que em um deles os ocupantes - um casal e uma criança - morreram.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.