Chris Brown pede perdão por bater em Rihanna

WASHINGTON ¿ O cantor americano Chris Brown pediu perdão por bater em sua namorada, a também cantora Rihanna, após uma discussão no início de fevereiro, que a impediu de participar da cerimônia entrega dos prêmios Grammy.

EFE |

"As palavras não podem expressar o quanto eu sinto e como me entristece o ocorrido", diz Brown, em comunicado distribuído por seu representante e publicado hoje pela revista "People".

O casal teve um forte discussão em 8 de fevereiro, seguida por uma pancadaria que deixou à cantora de "Umbrella" com contusões em ambos os lados do rosto, ruptura parcial do lábio e sangue no nariz, devido aos murros dados por Brown, de 19 anos. O cantor foi detido pela Polícia de Los Angeles e libertado após pagar fiança de US$ 50 mil.

Brown disse: "estou buscando a assessoria do meu pastor, da minha mãe e outros entes queridos e me comprometo, com a ajuda de Deus, a ser uma melhor pessoa".

"Embora eu gostasse de poder falar mais disto, até as questões jurídicas se resolvem, isto é tudo o que posso dizer", acrescentou.

Rihanna suspendeu dois concertos, na Malásia e Indonésia, e anunciou que não realizará sua festa de aniversário, que estava prevista para o final deste mês em Nova York.

Em entrevista à "People", Ronald Fenty, pai de Rihanna, disse que embora ela ainda tenha ferimentos, se encontra bem. "Em algum momento, ela vai falar. Espero que sirva para defender as mulheres de todo o mundo", acrescentou.

    Leia tudo sobre: rihanna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG