Chirac inaugura fundação para diálogo entre culturas e desenvolvimento

PARIS ¿ Com um pedido para revolucionar agora os modos de pensar e agir, pois amanhã será tarde demais, o ex-presidente francês Jacques Chirac abriu hoje sua fundação para o diálogo das culturas e o desenvolvimento sustentável em grande estilo em Paris, onde foi recebido por personalidades.

EFE |

Estiveram presentes o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan; os Prêmios Nobel da Paz Rigoberta Menchú e Rajendra Pachauri; o secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias; o ex-diretor da Unesco Federico Mayor; e ex-chefes de Estado como o moçambicano Joaquim Chissano e o senegalês Abdou Diouf, entre outros.

Ao destacar que as crises dos alimentos e financeira mostram que "o mundo enfrenta uma combinação de perigos sem precedentes", Chirac afirmou que "todos os homens de boa vontade devem se mobilizar para que a paz prevaleça sobre os fatores de guerra, a solidariedade sobre a indiferença e a responsabilidade sobre a resignação".

Chirac, que disse que deseja "despertar as consciências" com sua fundação, pediu hoje "uma revolução de nossos modos de pensar e agir, de nossos modos de vida".

As áreas prioritárias de ação da fundação são o acesso à água e remédios, a luta contra o desmatamento e a desertificação, e as línguas ameaçadas de extinção.

    Leia tudo sobre: frança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG