Chinesa Wisco instalará usina em parceria com EBX

O grupo siderúrgico chinês Wuhan Iron & Steel (Wisco) anunciou oficialmente hoje que decidiu instalar uma usina de aço no Porto do Açu, que está sendo construído pela LLX, do empresário Eike Batista, no norte fluminense. A anúncio foi feito durante a visita do governador do Rio, Sérgio Cabral, à China, e o empreendimento, orçado em US$ 4 bilhões, será feito em parceria com o grupo de Eike.

Agência Estado |

Cabral e Eike estão na China desde o início da semana, com uma comitiva que inclui quatro secretários estaduais, executivos do grupo EBX, representantes da Firjan e assessores. O objetivo da missão é novos investimentos ao Estado do Rio. No final de maio, a LLX Logística e a MMX Mineração e Metálicos, respectivamente os braços de logística e mineração do grupo EBX, firmaram memorando de entendimento com a Wisco.

A intenção de uma parceria incluía, além da construção da siderúrgica, com capacidade de produção estimada em 5 milhões de toneladas de aço por ano; um contrato de longo prazo onde Wuhan poderá retirar praticamente a totalidade da capacidade de exportação da MMX Sudeste Mineração, e acordo de longo prazo para uso de serviços portuários.

Em nota, Cabral informou que o plano da Wisco é criar 20 mil empregos com a construção da unidade na cidade de São João da Barra. "A siderurgia é uma âncora para novos investimentos no Porto do Açu. Desde os investimentos na indústria naval, em equipamentos para o pré-sal, aos investimentos na indústria automotiva, que pode se instalar ali com garantias, porque terá aço de qualidade. Para se ter ideia, a produção da Wisco é maior do que toda a produção brasileira", disse o governador.

A meta da Wisco é alcançar, até 2010, a produção em escala de mais de 30 milhões de toneladas por ano, com faturamento superior a US$ 14 bilhões. O grupo tem 84 mil funcionários e fabrica uma variedade de produtos em aço.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Júlio Bueno, destacou o porte da usina. "Vamos ter uma siderúrgica do porte da CSN no norte fluminense", afirmou. O presidente da Wisco, Deng Qilin, acertou uma visita ao Rio com os seus executivos ainda neste ano.

Sérgio Cabral teve hoje também um encontro com a direção da JAC Motors, montadora de automóveis, em Pequim. De acordo com informações veiculadas pela assessoria do governador, a JAC anunciou a intenção de montar também uma base no Porto do Açu, também em parceria com a EBX.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG