Chinaglia: Executiva do PT foi omissa na aliança em MG

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), criticou a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores por não intervir no processo de aliança com o PSDB em Belo Horizonte. Mesmo com a proibição da Executiva Nacional, na última semana, a Executiva Municipal do PT mineiro ratificou ontem o acordo com o PSDB e o apoio ao candidato do PSB à prefeitura local, Márcio Lacerda.

Agência Estado |

"Ou a Executiva Nacional se omitiu antes ou ela não deu atenção devida", disse Chinaglia. que participou da abertura da Agrishow, em Ribeirão Preto (SP).

O presidente da Câmara disse ainda que a decisão do PMDB de São Paulo de se aliar ao DEM pela reeleição de Gilberto Kassab após as conversas com o PT "faz parte do processo de se buscar as alianças e quem tem de dar explicações é o próprio ex-governador (Orestes) Quércia, porque ele foi quem tomou a decisão pelo PMDB municipal". Ainda de acordo com Chinaglia, a aliança não é uma "obsessão", pois pode fortalecer ou enfraquecer determinadas candidaturas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG