O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), considerou importantes as declarações do presidente eleito do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, que defendeu a redução no número de medidas provisórias (MPs) editadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele (Mendes) fala com autoridade de quem, no passado, trabalhou em função relevante na Casa Civil de outros governos.

Portanto, ele tem o acompanhamento não só com a competência jurídica, mas até mesmo funcional. Eu acho que é bom prestar atenção no que ele fala", disse Chinaglia.

Em seminário na Câmara sobre a consolidação das leis trabalhistas, Gilmar Mendes disse hoje que as medidas contribuem para a insegurança jurídica e impedem que os parlamentares se preocupem com a qualidade das leis aprovadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.