China encontra mais soldados de terracota em escavações

Os arqueólogos chineses encontraram pelo menos mais cem soldados de argila desde o começo das novas escavações perto de Xian (norte), onde foi descoberto o célebre exército de terracota enterrado junto com o primeiro imperador do país, anunciou nesta sexta-feira a agência oficial Xinhua.

AFP |

Entre as figuras encontradas está as de um oficial, considerado "a descoberta mais apaixonante até agora", declarou à Xinhua o arqueólogo Xu Weihong.

As escavações, cujo objetivo é tentar solucionar os mistérios que continuam rondando este incrível exército, começaram em junho no maior dos sítios arqueológicos abertos para explorar o conjunto, onde desde 1974 já foram encontrados mais de mil soldados, cavalos e carros de batalha de Qinshi Huang, além de vários generais.

O oficial encontrado estava com a cabeça danificada e bastante desbotado, e foi achado atrás de quatro carros caído com o rosto no chão.

"As cores originais desapareceram depois de mais de 2000 anos de corrosão, mas uma pequena parte das vestes sugere que ele era colorido, e não cinza como a argila", explicou Xu.

A imprensa chinesa publicou em junho que os especialistas estavam estudando a utilização de novas tecnologias para tentar preservar as cores originais das estátuas depois de sua retirada.

Aa peças, enterradas com o fundador da dinastia Qin (221-207 a.C.), foram descobertas nas escavações de Xi'an, onde especula-se que haja mais de 5.000 soldados para desenterrar.

jg/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG