Chesf e Queiroz Galvão vencem leilão de Belo Monte

Por Fernando Exman BRASÍLIA (Reuters) - O leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte foi vencido pelo consórcio liderado por Chesf e Queiroz Galvão, afirmou nesta terça-feira uma fonte próxima do leilão. O deságio oferecido pelo grupo em relação à tarifa-teto foi de 6 por cento.

Reuters |

A tarifa-teto do leilão era de 83 reais por megawatt/hora e o consórcio da Queiroz Galvão ofereceu 78,03 reais, informou a fonte.

O leilão, previsto inicialmente para as 12h, ocorreu por volta das 13h20 e acabou minutos depois.

O consórcio da Chesf e Queiroz Galvão, chamado de Norte Energia, é formado por uma série de empresas do setor de construção civil, entre elas Galvão Engenharia, Mendes Junior Trading Engenharia e Cetenco Engenharia. Participa ainda Gaia Energia e Participações. Tanto a Contern quanto a Gaia Energia fazem parte do Grupo Bertin.

O grupo que perdeu o leilão é o Consórcio Belo Monte Energia que é liderado pela Andrade Gutierrez e tem ainda participação da Vale, Neoenergia e Companhia Brasileira de Alumínio (CBA, do grupo Votorantim). O grupo ainda tem participação de Furnas Centrais Elétricas e Eletrosul Centrais Elétricas, ambas subsidiárias da Eletrobras.

(Por Fernando Exman, com reportagem adicional de Carolina Marcondes, Denise Luna e Bruno Peres, texto Alberto Alerigi Jr.)

(Edição de Vivian Pereira)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG