Cheia do Rio Negro no Amazonas já é a segunda maior da história

MANAUS - O Rio Negro superou nesta segunda-feira em quatro centímetros a segunda maior cheia já registrada, em 1976, quando a marca foi de 29,61 metros de profundidade. Hoje, o rio chegou a 29,65 metros.

Agência Estado |

"Estamos também a apenas quatro centímetros da maior cheia já registrada, em 1953, quando a máxima chegou a 29,69 metros", disse Valderino Pereira, funcionário do Porto de Manaus, há 30 anos responsável pela medição da régua do rio Negro e que fornece informações ao Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

AE
Cheia do Rio Negro é vista nesta segunda-feira em Manaus

Segundo as previsões meteorológicas do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), as chuvas desta semana devem fazer com que o rio Negro atinja a marca recorde da enchente de 1953.

Com a cheia, além de pontos alagados no centro de Manaus e em bairros das zonas sul e oeste, a Ponta Negra virou atração turística. Famosa por suas praias de rio, o calçadão agora virou piscina natural e ficou lotado de pessoas durante o último fim de semana.

Leia mais sobre: Manaus - cheia

    Leia tudo sobre: amazonaschuvasmanaus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG