Chega a Maceió integrante da gangue fardada que estava foragido

MACEIÓ ¿ Já está preso na sede da Polícia Federal, em Maceió, o ex-militar Manoel Bernardo de Lima Filho. Ele chegou neste domingo de São Paulo escoltado pelo superintendente da Polícia Federal, José Pinto de Luna. Manoel é acusado de cometer vários crimes aqui no Estado, além de pertencer à chamada gangue fardada. Ainda hoje a PF concede uma entrevista coletiva para dar detalhes da prisão do ex-militar.

Agência Nordeste |

Na última sexta-feira, Lima Filho foi preso no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), por agentes da Polícia Federal de São Paulo. Desde então, aguardava a transferência para Alagoas, o que aconteceu na madrugada de ontem. O ex-militar estava foragido há 17 anos, quando foi apontado como integrante da gangue fardada, uma organização criminosa formada por policiais militares, que é acusada da prática de diversos crimes no Estado, entre eles, homicídios.

Segundo o superintendente da Polícia Federal em Alagoas, José Pinto de Luna, o ex-soldado estava vivendo em São Paulo com nova identidade: Valdenor Pereira da Costa. Manoel Bernardo de Lima Filho foi reconhecido como comparsa do ex-cabo Everaldo Pereira dos Santos, pai de Eloá, a adolescente morta pelo namorado após um desfecho trágico de seqüestro, no mês passado, em São Paulo.

Leia mais sobre: gangue fardada

    Leia tudo sobre: gangue fardadamaceió

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG