Somente nove dos 36 presos que fugiram da Cadeia Pública de Itatiba, no interior do Estado de São Paulo, haviam sido recapturados até o fim da tarde de hoje. A polícia prossegue efetuando diligências na região para tentar encontrar o restante dos fugitivos.

A fuga ocorreu por volta das 3h30 (de Brasília) de hoje. Os presos renderam um carcereiro e serraram a grade que separa as celas das demais dependências da cadeia, situada ao lado da delegacia central.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o carcereiro J.A.C., de 42 anos, disse que elaborava um relatório em sua sala quando ouviu o barulho de um cadeado sendo quebrado. Pouco depois, contou, seis detentos o surpreenderam e passaram a agredi-lo com socos e uma barra de ferro. Armados com estiletes e facas artesanais, eles recolheram um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12 e as chaves da porta que dá acesso ao pátio. O carcereiro se desvencilhou e tentou pedir ajuda. Parte dos presos, entretanto, conseguiu escapar.

Segundo um funcionário da cadeia, a unidade tem capacidade para 24 detentos, porém, até a ocorrência, abrigava 103. Procurada, a SSP informou que, até o fim da tarde de hoje, não possuía o número de presos mantidos no local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.