Chega a 5 total de mortos em operação do Bope no Rio

Chega a cinco o total de mortos durante uma operação realizada hoje pelo Choque e pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A ação policial, que foi motivada pela denúncia que traficantes de favelas da zona norte do Rio migraram para a região em busca de um novo entreposto para distribuição de drogas, também prendeu oito pessoas.

Agência Estado |

A ação contou com a participação de 200 homens da Polícia Militar, cerca de 60 do Bope e de 140 policiais do Batalhão de Choque, do 15ºBPM e da Companhia de Cães. O motivo da migração de traficantes seriam as constantes incursões da polícia nas favelas da Mangueira e no Complexo do Alemão (zona norte). "Este fenômeno nos preocupa, pois queremos uma cidade tranquila e estávamos impedidos de atuar aqui", disse o secretário de Integração, Segurança Pública e Defesa Civil do município, Zaqueu Teixeira. Em janeiro, em Macaé (norte fluminense) o Bope ocupou a cidade pelo mesmo motivo.

A ação terminou com pelo menos de 70 motos apreendidas, sendo que quinze delas eram roubadas e as demais estavam com documentação irregular. Foram apreendidas duas submetralhadoras, duas escopetas, nove pistolas e quatro granadas. Um carro e um caminhão baú roubados foram recuperados. Três homens armados morreram ao trocar tiros com policiais que estavam em um dos cinco carros blindados, conhecido como "caveirões", que participaram da operação. Segundo a polícia, o outro morto estava com colete a prova de balas armado com uma pistola e uma granada.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG