Chefe da Máfia italiana é preso em São Paulo

O chefe mafioso Leonardo Badalamenti, de 49 anos, foi preso na quinta-feira pela Interpol no bairro da Bela Vista, região central de São Paulo. Filho de Gaetano Badalamenti, o poderoso Dom Tano, do clã de Cinisi, na Sicília, Leonardo estava escondido no Brasil há 15 anos.

Agência Estado |

Ele usava a identidade de Carlos Massetti, se dizia brasileiro e comerciante, mas controlava o esquema montado pela Máfia para tentar aplicar um golpe bilionário no mercado financeiro internacional.

Badalamenti foi um dos 20 alvos da Operação Cento Passi (cem passos, em português), deflagrada pela polícia italiana e pela Interpol para apurar crimes de corrupção e fraude financeira e para desmantelar a organização mafiosa com ramificações na Itália, Espanha, EUA, Venezuela e Brasil. A Justiça determinou sequestro de bens e contas bancárias dos envolvidos.

A informação de que Leonardo estava escondido em São Paulo chegou ao escritório da Interpol em Brasília há uma semana. Com as primeiras pistas repassadas pela Procuradoria Antimáfia de Palermo, capital da região da Sicília, na Itália, agentes brasileiros passaram a investigar a vida do mafioso. Enquanto isso, a Secretaria Nacional de Justiça montou o processo e encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido de extradição do mafioso. A ordem de prisão foi expedida na quarta-feira pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Leia mais sobre máfia italiana

    Leia tudo sobre: máfia italiana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG