zerar relações EUA-Venezuela durante cúpula - Brasil - iG" /

Chávez espera zerar relações EUA-Venezuela durante cúpula

CARACAS (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse que espera zerar as relações com os Estados Unidos este mês na Cúpula das Américas, depois de quase uma década de tensões entre Caracas e Washington. O líder venezuelano, de tendência esquerdista e aliado de Cuba, vem há meses oferecendo sinais ambíguos sobre a chegada de Barack Obama à Presidência dos EUA, algumas vezes elogiando seu governo enquanto em outras faz pouco caso dele, tratando-o como líder do império ou chamando-o de ignorante.

Reuters |

"Esperamos que a cúpula em Trinidad e Tobago sirva para zerar as relações entre os Estados Unidos e a Venezuela. Quero usar o botão reset", disse Chávez, segundo um comunicado divulgado neste sábado pelo Ministério das Comunicações.

Está previsto o comparecimento de Obama na cúpula, nos dias 17 a 19 de abril, e Chávez também é esperado no evento.

O ministério informou que Chávez, que está visitando o Irã, fez o comentário em uma ligação telefônica de Teerã para um programa da TV estatal venezuelana na sexta-feira à noite.

Embora a Venezuela, membro da Opep, forneça aproximadamente 10 por cento do petróleo importado pelos EUA, o país manteve por muitos anos uma dura guerra de palavras com o governo do ex-presidente George W. Bush.

Num episódio famoso, Chávez chamou Bush de "diabo" em uma assembléia das Nações Unidas.

Chávez aplaudiu o governo de Obama por fechar a muito criticada prisão de Guantánamo e avaliou que o novo presidente norte-americano pode representar uma melhoria em relação ao governo Bush. Mas ele continua a retratar os EUA como inimigo de sua revolução.

(Reportagem de Brian Ellsworth)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG