CGU faz auditoria em contas de ex-ministro

BRASÍLIA - A Controladoria-Geral da União (CGU) anunciou nesta segunda-feira que irá instaurar auditoria sobre os gastos do ex-ministro da Reforma Agrária, Raul Jungmann.

Redação |

  • Investigação ficará restrita ao vazamento de dados, diz Tarso
  • PF vai investigar suposto dossiê com contas de FHC
  • Oposição diz que investigação da PF não adia CPI no Senado

    Segundo denúncias divulgadas pela imprensa, Jungmann teria gasto em uma massagem em um hotel do Rio de Janeiro e alimentação em Brasília.

    Para a CGU essas despesas são "impróprias para serem custeadas com recursos públicos e inelegíveis para correrem à conta de suprimento de fundos, quer sejam pagas por meio de cartão, quer pelas contas tipo B".

    Segundo a CGU, o procedimento é o mesmo já adotado com relação a gastos feitos por ministros ou ex-ministros do atual governo. Ao final, se for confirmada a ocorrência de gastos irregulares, a CGU notificará o Ministério do Desenvolvimento Agrário para que seja providenciado junto aos responsáveis o ressarcimento aos cofres públicos, salvo se forem apresentadas justificativas satisfatórias, nos termos da lei.

    Leia mais sobre: CGU

    • Leia tudo sobre: cgu

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG