O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura retirou São Paulo do estado de atenção por volta das 19h30 de hoje. O estado havia sido decretado no final da tarde por conta da forte chuva.

Por volta das 20 horas, ainda chovia levemente na zona sul. Segundo o CGE, existe a possibilidade de que novas pancadas de chuva atinjam a cidade até esta madrugada.

As vias da capital acumularam 15 pontos de alagamento, todos em situação intransitável. Houve queda de granizo nas imediações da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na Vila Leopoldina, na zona oeste. O Corpo de Bombeiros informou não ter acionado para nenhuma ocorrência decorrente da chuva, como queda de árvores.

Com o mau tempo, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, funcionava com o auxílio de instrumentos desde o final da tarde de hoje. A medida, entretanto, não prejudicou as operações, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Até as 20 horas, 63 vôos atrasaram mais de 30 minutos, o equivalente a 29,3% dos 215 vôos programados, e outros 7 foram cancelados (3,3%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.