A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) fechou hoje sete postos de combustíveis sem licença ambiental no Estado. A operação da Cetesb lacrou as bombas de dois postos na capital paulista, além de um em Rio Grande da Serra, um em Santo André, um em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, um no interior, no município de Salto, e no litoral sul, no Guarujá.

Segundo o órgão, atualmente existem 7.540 estabelecimentos no Estado, sendo que 4.228 possuem licença ambiental e estão regularizados, e outros 2.232 estão com os processos de pedido de licença em análise. A Companhia vai vistoriar os 1.080 postos que ainda não se prontificaram a regularizar sua situação.

A Cetesb estima que até o final de 2010 não haja mais postos de combustíveis sem licença ambiental em São Paulo. Desde 2008, 136 postos irregulares foram interditados. Desses, 44 foram lacrados somente neste ano.

Para obter as licenças, é necessário que o proprietário do posto apresente documentos que comprovem a segurança ambiental das instalações, como laudo técnico atestando as condições dos tanques de armazenamento de combustíveis, implantação de sistemas de drenagem, planos de manutenção e operação dos equipamentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.