Cetesb diz que gás contaminou área do conjunto Cingapura

Medição confirma que complexo de apartamentos vizinho ao shopping Center Norte está contaminado com gás metano

AE |

selo

Vizinha do Shopping Center Norte, a área onde está o conjunto Cingapura da Avenida Zaki Narchi, na zona norte de São Paulo, também está contaminada com gás metano. É o que apontam medições da Prefeitura realizadas a pedido da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

A última medição no local ocorreu na tarde do dia 16 de julho, com os apartamentos fechados - cerca de 7 mil pessoas moram nos 35 blocos do conjunto.

O gás metano foi constatado em níveis que não ofereciam risco de explosão, segundo informou a Secretaria Municipal de Habitação, responsável pelas análises.

 No mesmo mês, nos dias 17, 21 e 22, medições da Cetesb realizadas na área das 311 lojas do Center Norte apontaram o metano em índice superior a 5% da composição do ar, quando já existe risco de explosão.

Por causa desses resultados, há duas semanas o Center Norte foi classificado pela Cetesb como "área contaminada crítica". Tanto o shopping quanto o conjunto habitacional foram construídos próximos da área do Aterro Carandiru, um antigo lixão usado por moradores da Vila Maria e da Vila Guilherme por mais de 30 anos.

Questionado na quinta-feira se havia alguma medição no terreno do Cingapura, o órgão estadual confirmou que a área está contaminada com metano e sob monitoramento do governo municipal.

O relatório da Prefeitura que confirmou a existência de gás metano na área do Cingapura foi enviado à Cetesb em abril. Antes, em julho de 2010, o governo municipal já havia confirmado à companhia a existência de material orgânico em decomposição no subsolo de parte do conjunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: cetesbcenter norteexplosãogás metanoshopping

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG