Cetesb: 50 praias estão impróprias no litoral de SP

Na classificação semanal, feita pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), 50 das 156 praias paulistas em que o controle é feito continuam impróprias. De acordo com a Companhia, o número é 34% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Agência Estado |

Entre as cidades com praias reprovadas estão Guarujá, Santos, Praia Grande, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba. Todas registraram surtos de diarreia desde o final de 2009. A Cetesb coletou amostras da água do mar no Guarujá e em Santos para analisar possíveis causas da doença.

Em relação às praias, a situação mais preocupante é na Praia Grande, na Baixada Santista. Na cidade, nove das dez praias monitoradas estão impróprias para banho. O Guarujá tem duas de 11 na mesma situação: Perquê e Astúrias.

Em São Sebastião, no litoral norte, a Cetesb não recomenda o acesso as praias da Barra do Una e Barra do Saí. Em Ilhabela, cinco das 13 praias não são indicadas, entre elas, a da Feiticeira.

Diarreia

Desde dezembro, o Guarujá registra um surto de diarreia. Entre serviços particular e público de saúde, já foram registrados cerca de 3 mil casos. No litoral norte, a doença atingiu a cidade de Ubatuba. A Secretaria de Saúde da região contabiliza 690 casos até o dia 13. Já na capital, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou anteontem que investiga oito surtos - considera-se surto quando há dois ou mais casos da doença em um mesmo grupo, bairro ou situação da doença. A pasta não divulgou as regiões afetadas.

Em nota, a Sabesp ressalta que não há problema com a qualidade da água entregue no Guarujá, que a população pode consumi-la sem preocupação e deve ter o cuidado com fontes não seguras que podem ter água contaminada e representar um risco à saúde. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG