CET interdita viaduto Grande São Paulo

Por volta das 5h desta manhã, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou por completo o Viaduto Grande São Paulo, que foi atingido, no final da noite de ontem, por parte da estrutura do talude que está em construção no canteiro de obras do Expresso Tiradentes. O viaduto fica no final da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, na Vila Prudente, região sudeste da capital paulista, e faz a ligação entre as avenidas das Juntas Provisórias, região do Sacomã e Ipiranga, e as avenidas dos Estados (acesso ao Grande ABC) e Luiz Ignácio de Anhaia Mello, que leva à zona leste da capital, passando pela Vila Alpina, Vila Ema e Parque São Lucas.

Agência Estado |

A orientação da CET é que os caminhões que vêm das rodovias Ayrton Senna, Fernão Dias e Presidente Dutra com destino ao Sistema Anchieta-Imigrantes (que dá acesso ao Porto de Santos) evitem seguir viagem pela Avenida Salim Farah Maluf (cujo acesso é feito pela Ponte do Tatuapé - na marginal Tietê) e sigam direto pela marginal Tietê e marginal Pinheiros, acessando a Avenida dos Bandeirantes.

O tráfego promete ficar caótico em toda da região, afetando tanto a chegada à marginal Tietê pelas rodovias Fernão Dias, Dutra e Ayrton Senna, como a Avenida Salim Farah Maluf - que também serve de opção para o motorista que quer acessar a pista sentido bairro-centro da Avenida Radial Leste.

Segundo a CET, o acesso ao Viaduto Grande São Paulo pela saída à direita no pé do Viaduto Gazeta do Ipiranga, no final da Avenida das Juntas Provisórias, está interditado. Uma das opções para o motorista que está nas Juntas Provisórias e quer seguir para a Vila Prudente é subir o Viaduto Gazeta do Ipiranga e acessar à frente o Viaduto Capitão Pacheco e Chaves.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG