Cesaria Évora e Luiz Melodia abrem a Virada Cultural

SÃO PAULO - A cantora africana Cesaria Évora e o brasileiro Luiz Melodia fizeram dois dos primeiros shows da edição 2008 da Virada Cultural de São Paulo, que começou às 18h deste sábado e só termina no início da noite de domingo.

Da Redação do Último Segundo |

Évora inaugurou o palco principal do evento, montado na Avenida São João. Seu show cheio de ritmo conquistou de cara a platéia que lotava as imediações. Descalça, costume que adotou em homenagem aos sem-teto e famintos de seu país, Cesária abriu a apresentação com "Vaquinha Mansa", mistura de português e dialeto que é um de seus trabalhos mais conhecidos.

Apesar da cantora ser porta-voz da "morna", tradicional ritmo cabo-verdiano que lembra o fado português, a presença de cavaquinho e da percussão competente do grupo de apoio fez os brasileiros dançarem do início ao fim. Os destaques foram as músicas "Avenida Marginal" e "África Nossa", que arrancou gritos de satisfação dos membros da comunidade de Cabo Verde de São Paulo ¿ a partir daí, eles ergueram orgulhosos a bandeira de seu país na grade em frente ao palco.

Já Luiz Melodia se apresentou no Teatro Municipal. Subindo ao palco pouco depois das 18h, ele cantou as dez músicas de seu álbum de estréia, "Pérola Negra". Destaque para a bela "Estácio, Eu e Você", que abriu a noite, e as roqueiras "Pra Aquietar" e "Farrapo Humano". Mas o ponto alto foi mesmo a música "Pérola Negra", que o público cantou junto. No bis, o cantor interpretou sambas de seu mais recente trabalho, "Estação Melodia". Foi a hora em que o público levantou das cadeiras e começou a dançar.

Leia mais sobre Virada Cultural .

    Leia tudo sobre: virada cultural

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG