Cerca de 80% do efetivo da PRF adere à paralisação de 24 horas

BRASÍLIA - Balanço parcial da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (Fenaprf) registra que 24 estados e o Distrito Federal já aderiram à paralisação de 24 horas que começou na madrugada deste domingo. Segundo o presidente da Fenaprf, Gilson Dias da Silva, a adesão é de cerca de 80% do efetivo dos policiais rodoviários.

Agência Brasil |

A orientação da federação é para que só sejam atendidos os casos de emergência e que os convocados para escala extra não compareçam. Os policiais alegam que o governo teria descumprido o acordo que prevê a exigência de nível superior para novos contratados e o pagamento de parcelas de reajuste salarial para julho.

A categoria afirma, que, de acordo com a medida provisória publicada no início de maio, o aumento começará a valer somente a partir de novembro. No Rio de Janeiro, por exemplo, apenas os convocados para escala extra aderiram à paralisação e se negaram a reforçar o efetivo durante a volta do feriadão de Corpus Chritie.

Os demais atendimentos estão sendo realizados normalmente. A expectativa é de que o fluxo de veículos nas estradas do Rio e de São Paulo aumentem apenas no final do dia. A categoria ameça entrar em greve a partir do dia 30 de maio, caso não haja manifestação positiva por parte do governo sobre o acordo assinado com a categoria. (Yara Aquino).

Leia mais sobre: greve

    Leia tudo sobre: greve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG