Cerca de 300 famílias sem-terra interditam rodovia no Mato Grosso

CUIABÁ - Cerca de 300 famílias integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Assentados e Acampados de Mato Grosso (MTA) interditam, desde as 6h desta quarta-feira, a Rodovia BR 364, entre Pedra Preta e Rondonópolis.

Redação com Agência Estado |

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes liberaram o tráfego por volta das 11h, mas voltaram a tomar as pistas às 14h.

Durante a manhã, eles colocaram entulho e pneus para impedir a passagem dos veículos. Chegaram a ser registrados 5 km de congestionamento nos dois sentidos da rodovia. Houve tumulto e discussão com os caminhoneiros, que queriam seguir viagem. A PRF diz que a situação foi controlada e ninguém ficou ferido.

Os integrantes do MTA alegam que o ato é para protestar contra a "morosidade do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) SR-13 em cumprir acordos com as famílias que estão há mais de cinco anos nos acampamentos Irmã Elsa Jeovenella, na BR 364, e Sucuri, na cidade de Pedras Pretas".

De acordo com a PRF, eles alegam ainda que no dia 13 de outubro deste ano foram despejados da fazenda Consolo Cansado e até agora o Incra não resolveu a situação dessas famílias. "Estamos em situação precária e de abandono", afirmam.

Leia mais sobre trabalhadores rurais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG