Cerca de 100 famílias têm casas demolidas em Manaus

Segundo a PM, três pessoas foram presas por resistirem à demolição das casas

AE |

selo

AE
Homem é contido por policiais ao tentar impedir a demolição da casa de sua família durante reintegração de posse
Pelo menos cem famílias tiveram suas casas demolidas pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) em ação de reintegração de posse no início da tarde desta quinta-feira, na zona norte de Manaus. Conforme a assessoria da prefeitura da capital amazonense, a maior parte das famílias havia comprado há cerca de dois anos terrenos no valor médio de R$ 8 mil de uma imobiliária fantasma, a PHS. 

Ainda segundo a prefeitura, os moradores do local foram alvo de três mandados de reintegração de posse. Um deles foi expedido pela Vara do Meio Ambiente, sobre lotes dentro da uma área de proteção ambiental que pertence à prefeitura. As famílias teriam sido avisadas há dois meses. 

Com ajuda da Polícia Militar (PM), os agentes usaram tratores para derrubar as casas, além de um templo da Assembleia de Deus. Muitos moradores passaram mal e tiveram de ser atendidos por ambulâncias levadas ao local. 

De acordo com a assessoria da PM, três pessoas foram presas por resistirem à demolição das casas. Segundo relato de um policial, a mulher com um bebê de colo, da imagem acima, teria se trancado em casa e ameaçado se matar, mas os policiais a convenceram a sair.

    Leia tudo sobre: reintegração de possemanaus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG