Centro de SP terá dois novos espaços culturais até 2011

A cidade de São Paulo deve ganhar até 2011 dois espaços culturais, com a inauguração da Praça das Artes e do anexo da Biblioteca Mário de Andrade, ambos no centro. A Prefeitura de São Paulo assinou ontem os editais de licitação para a escolha das empresas que executarão as obras.

Agência Estado |

A Praça das Artes será um complexo em forma de "T", com cerca de 28.500 m², no quadrilátero formado pelas Ruas Conselheiro Crispiniano e Formosa, Avenida São João e Praça Ramos de Azevedo. A idéia é transformar a chamada "quadra 27" em um pólo cultural bem no coração da cidade. O valor da obra é de R$ 94.890.146,83 e os recursos virão do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb), subordinado à Secretaria Municipal de Planejamento.

Um novo edifício abrigará os corpos artísticos do Teatro Municipal - que estão dispersos em prédios alugados em diferentes bairros. Ali será a nova casa da Orquestra Sinfônica Municipal, da Orquestra Experimental de Repertório, do Balé da Cidade de São Paulo, do Coral Lírico, do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo e do Coral Paulistano. Esses grupos utilizam o palco do Teatro Municipal para ensaios, o que reduz a capacidade da casa de receber espetáculos a um terço. O local também será a sede do Centro de Documentação Artística. O antigo edifício do Conservatório de Música abrigará as Escolas de Música e de Dança, que hoje não têm espaço próprio. O salão principal será a sede para o Quarteto de Cordas da Cidade.

Procentro - O anexo da Biblioteca Mário de Andrade vai ocupar o antigo prédio do Instituto de Previdência do Estado de São Paulo (Ipesp), na Rua Bráulio Gomes. A reforma do prédio faz parte do Programa Procentro, que prevê a revitalização do centro antigo com patrocínio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O valor da obra está previsto em R$ 10.832.221,94.

O edifício, de 16 andares e 6.356 m², abrigará o farto acervo de periódicos da biblioteca. Além do armazenamento de periódicos, o edifício contará com laboratórios de microfilmes originais, de restauração e encadernação, de microfilmagem e digitalização, e uma área para realização de oficinas de restauro. "Estamos resolvendo a questão da falta de anexo da Biblioteca Mário de Andrade, um problema que se arrasta há mais de 50 anos", diz o secretário de Cultura, Carlos Augusto Calil. Segundo ele, a Biblioteca Mário de Andrade, que está fechada para reforma, será reaberta ao público em agosto do ano que vem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG