Centro de Inclusão de SP não tem rampa para público

São 35 degraus para chegar a um setor cuja missão é atender crianças e adolescentes com deficiências. Parentes e portadores de necessidades especiais têm de enfrentar esse obstáculo dentro da Subprefeitura de Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, para receberem auxílio no Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão (Cefai), órgão da Secretaria Municipal de Educação.

Agência Estado |

Como grande parte das mães não consegue subir com os filhos, as técnicas descem ao térreo para avaliar as crianças. Só que aí vem outro constrangimento: a avaliação da criança ocorre no meio da praça de atendimento, em público. A Subprefeitura de Campo Limpo informou que o prédio é alugado e passa por reformas. O térreo já está preparado para atender a deficientes. Para o 1º andar, onde funciona a Diretoria de Educação e o gabinete do subprefeito, está prevista a instalação de elevador. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG