Nova York, 7 jul (EFE).- Centenas de nova-iorquinos e turistas se reuniram hoje em Times Square para ver o funeral de Michael Jackson, transmitido ao vivo por meio de um dos telões que existem no local, um dos mais movimentados de Nova York.

"Queria honrar Michael Jackson em comunidade, em vez de fazê-lo na sala de casa, já que fez parte da minha adolescência e foi uma grande influência em minha vida", explicou à Agência Efe Cheryl Hart, que contou ter dirigido por duas horas para se despedir do cantor no coração de Manhattan.

Como Hart, centenas de pessoas foram até Times Square com camisetas e posters que lembravam o "rei do pop".

Preparados com cadeiras e guarda-chuvas, a massa de seguidores de Michael aguentou a chuva para não perder nenhum detalhe do evento.

"Não me importa se chove, eu vou continuar aqui porque gosto muitíssimo de Michael, ele foi tudo para mim e chorei quando morreu.

Ver seu funeral me entristece muito, mas o seguirei até o final", afirmou Sal Barbato, emocionado.

Entre os painéis luminosos que anunciavam o funeral, outra fã do artista, Elisabeth Marrero, acompanhava atenta a cerimônia junto a sua família.

"Tenho os lenços preparados porque sei que vou me emocionar.

Michael não só me marcou, mas a muita gente. Agora é o final, finalmente o deixarão tranquilo", disse Marrero sobre o artista.

O funeral de Jackson ocorreu no ginásio da equipe de basquete de Los Angeles Lakers, o Staples Center, onde foi homenageado hoje por diversos artistas como Mariah Carey, Lionel Richie, Usher e Brooke Shields, assim como por familiares, amigos e por mais de 17 mil fãs que ali se reuniram.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.