Censo 2010 vai começar no dia 1º de agosto

Novo retrato do Brasil será revelado pelo IBGE em 2011. Pela primeira vez, pessoas poderão responder ao censo pela internet

iG São Paulo |

Dia 1º de agosto. Esta é a data que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) iniciará o Censo 2010 em que será revelado o novo retrato da sociedade brasileira. Serão 225 mil agentes que vão percorrer 58 milhões de domicílios, em 5.565 municípios. Pela primeira vez, as pessoas poderão responder ao censo pela internet. Para isso, uma senha, que dará acesso ao sistema do IBGE, será disponibilizada pelo recenseador.

A previsão é que os primeiros dados sejam divulgados em dezembro de 2010. O resultado completo, porém, ficará pronto em 2011. O IBGE lançou o Censo 2010 na manhã desta quarta-feira em cerimônia realizada no Ministério do Planejamento. O orçamento previsto é de R$ 1,67 bilhão.

O presidente do IBGE, Eduardo Nunes, destacou que os resultados finais vão contribuir para a formulação de políticas públicas e serão importantes para determinar, por exemplo, a quantidade de vereadores nos municípios, que é baseada na população residente, assim como os critérios para repartição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que recebe recursos da União.

Também será possível analisar a evolução das camadas da população depois do último censo, realizado no ano 2000, destacou Nunes. O país poderá conhecer ainda dados sobre as moradias, relações de parentesco entre a população, a taxa de fecundidade, o nível educacional e sobre trabalho, renda, cor e raça, religião, entre outros.

Uma análise das pesquisas anuais do próprio IBGE dão uma ideia do que este censo vai mostrar em relação ao anterior, de 2000: aumento na posse de bens de consumo, formalização do mercado de trabalho, crescimento da escolaridade e maior envelhecimento da população. "Vamos mostrar um país mais escolarizado, mais integrado, mais inserido no mundo digital, mais envelhecido, com nível de renda melhor, com padrões mais difundidos de acesso aos produtos de consumo, isso tudo é o retrato que a gente vai ter", acredita Nunes.

Os pesquisadores vão usar crachá do instituto, além de boné e colete, e trabalharão com um aparelho equipado com GPS (para localização geográfica) que vai criptografar as informações digitadas, para garantir a inviolabilidade.

O governo vai fazer ainda uma campanha para conscientizar a população sobre a importância de responder às perguntas dos recenseadores.

    Leia tudo sobre: Censo 2010IBGE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG