Cenipa: relatório sobre acidente da TAM está no fim

Um ano depois do acidente com o vôo JJ3054 da TAM, em que morreram 199 pessoas no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) realizou hoje uma audiência pública para debater os problemas do setor aéreo. O chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro Jorge Kersul Filho, afirmou que o relatório sobre o acidente está em fase de redação das conclusões.

Agência Estado |

Entre as vítimas do acidente em Congonhas estava o deputado Júlio Redecker (PSDB-RS).

Kersul afirmou que as análises feitas nas manetes do avião acidentado da TAM não permitiram concluir se elas estavam ou não na posição correta. Segundo o brigadeiro, as investigações, sob responsabilidade do Cenipa, não buscam culpados pelos acidentes, e sim identificar providências que podem ser adotadas para se evitarem novas tragédias.

Na audiência pública, o diretor jurídico da TAM, Luiz Cláudio Mattos de Aguiar, informou que, por meio de acordo, foram indenizadas 79 famílias de mortos no acidente do ano passado. Aguiar informou também que os processos relativos aos demais casos estão em fase de negociação.

Vôo 1907 da Gol

Já o relatório sobre o acidente com um avião da Gol ocorrido em setembro de 2006, no qual morreram 155 pessoas, está em fase de tradução para ser enviado a entidades no Exterior, que terão 60 dias para devolvê-lo com suas análises.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG