Polícia Federal apreende 200 canários no aeroporto de Fortaleza

Os animais vinham de Manaus e seriam vendidos na capital do Ceará. Comércio ilegal de animais é crime ambiental

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Divulgação
Os pássaros apreendidos pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Fortaleza
A Polícia Federal apreendeu na manhã desta segunda-feira (22) 200 pássaros da espécie canário-da-terra no Aeroporto Internacional de Fortaleza. Um homem estava transportando as aves clandestinamente de Manaus para a capital cearense e foi preso.

O homem preso afirmou à policia que foi contratado em Recife, buscou os bichos em Manaus e trouxe de avião até Fortaleza. Pelo trabalho, ele receberia R$ 1 mil. Os pássaros estavam em gaiolas de madeiras quando foram encontrados no destino final pelos agentes da Polícia Federal. O receptador não foi identificado.

O transporte e comércio ilegal de aves silvestres é um crime ambiental previsto em lei. O acusado vai responder na Justiça Federal e pode pegar até um ano de prisão, além de pagar multa.

Os pássaros apreendidos foram encaminhados para o Centro de Triagem do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), localizado no bairro de Messejana, em Fortaleza.

O canário-da-terra é uma ave muito conhecida pelos brasileiros e que pode ser adotada e criada em gaiola, desde que seja adquirida de forma legal. Para isso, existem criadores autorizados pelo Ibama. Na natureza, a espécie é encontrada desde o Maranhão até o Rio Grande do Sul, no oeste do Mato Grosso, e em ilhas do litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro.

    Leia tudo sobre: canário-da-terra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG