PF do Ceará descobre esquema de desvio de cartões nos Correios

Receptadores falsificavam documentos de identidade, desbloqueavam os cartões e compravam mercadorias de valor alto

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

A Polícia Federal no Ceará prendeu nesta terça-feira (29) sete pessoas envolvidas em um esquema de desvio de correspondências com cartões de crédito. Dois são funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) de Fortaleza. Pelo menos mil cartões foram desviados de clientes da capital cearense.

Cartão de crédito: calcule o tamanho de sua dívida com parcelas no cartão

Vai cancelar um ou vários cartões de crédito? Veja dicas de especialistas

Mais sobre fraudes no cartão de crédito: PF faz operação em São Paulo

Cerca de 90 policiais federais participaram da operação intitulada Olho de Boi – em alusão à primeira série de selos postais emitidos pelo País. De acordo com a Superintendência da Polícia Federal em Fortaleza, as investigações iniciadas em abril deste ano apontaram que a quadrilha pagava R$ 150 para que empregados dos Correios interceptassem as correspondências de bancos com cartões de crédito e débito.

Com informações dos titulares dos cartões, os receptadores falsificavam documentos de identidade, desbloqueavam os cartões e compravam mercadorias de valor alto no comércio de Fortaleza. Um policial civil seria o responsável por levantar os dados cadastrais das vítimas.

A maior parte dos produtos comprados com os cartões foram equipamentos eletrônicos que depois eram revendidos. A polícia estima que o esquema tenha causado um prejuízo de R$ 10 milhões a vários bancos. Somente a Caixa Econômica Federal (CEF) contabiliza R$ 1,4 milhão.

Segundo a polícia, os envolvidos responderão por falsificação de documento público, uso de documento falso, peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. As penas somadas podem chegar a 10 anos de prisão.

    Leia tudo sobre: cartão de créditocorreiosfortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG