No interior do Ceará, prefeito tem prisão decretada e foge

Segundo o Ministério Público, Marcos Alberto (PSC) desviou R$ 8 milhões do município para a conta da mulher e da filha

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Divulgação
Marcos Alberto Martins Torres (PSC),prefeito afastado do município de Novas Russas
O prefeito afastado do município de Novas Russas (a 300 quilômetros de Fortaleza) está foragido da polícia há cinco dias. Desde a última segunda-feira (9), em operação conjunta, policiais civis, militares e federais do Ceará estão a procura de Marcos Alberto Martins Torres (PSC) para cumprir o mandado de prisão preventiva decretado pela justiça cearense.

A decisão do Tribunal de Justiça do Ceará de prender Marcos Alberto se baseia na denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) segundo a qual o prefeito afastado teria desviado mais de R$ 8 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para as contas bancárias de sua esposa e filha.

A reportagem do iG vem tentando falar com o advogado do prefeito há uma semana, sem sucesso.

Desvios

De acordo com MPE, em dois anos e três meses Marcos Alberto cometeu uma série de irregularidades. Um deles é um gasto de R$300 mil na compra de carteiras para estudantes logo no primeiro dia de sua administração, em janeiro de 2009. As carteiras nunca foram localizadas pelos técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Há um mês, Marcos Alberto foi afastado do cargo pela segunda vez. Ele buscou reassumir a prefeitura com uma liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sem sucesso. Na quinta-feira(12), o Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará manteve o afastamento do prefeito de Nova Russas. No último dia 2, os vereadores da cidade abriram processo de cassação contra o prefeito. Quem está no comando da prefeitura da cidade é o vice-prefeito Paulo César Evangelista.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG