Juazeiro do Norte vai imitar Hollywood e ter letreiro na colina

Governo do Ceará gastará R$ 800 mil para escrever em morro da cidade “Juazeiro Capital da Fé"

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Um dia eu estava acordado de madrugada vendo um desses filmes americanos e me deparei com os letreiros de Hollywood. Eu achei aquele cenário parecido com a Colina do Horto e achei que seria bonito de ser ver algo aqui assim”

A estátua de 27 metros de altura de Padre Cícero, localizada no ponto mais alto de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense (a 520 quilômetros de Fortaleza), parece estar ficando pequena para a cidade. O centro de peregrinação de romeiros de todo Brasil quer ganhar um letreiro com os dizeres “Juazeiro Capital da Fé”. A ideia do monumento é assumidamente inspirada no Hollywood Sign, que estampa o Mount Lee, nos Estados Unidos.

Leia também: Juazeiro do Norte faz 100 anos e espera reabilitação de Padre Cícero

Padre Cícero Romão Batista é o principal protagonista da história de Juazeiro do Norte, que passou de vila do Crato a município em 1911 pelas mãos do controverso sacerdote . Anos mais tarde, ele causou comoção com um suposto milagre , acabou excomungado pela Igreja Católica, mas passou a ser adorado, virou santo popular e fez da cidade um dos três principais destinos religiosos do Brasil.

Divulgação
Colina do Horto, em Juazeiro do Norte, que deve receber letreiro inspirado em Hollywood
Hoje, Juazeiro do Norte tem 250 mil habitantes e é uma das maiores cidade do Ceará. Graças à figura de “Padim Ciço” – como é tratado pelos sertanejos devotos – por ano, 2,5 milhões de romeiros de todos os Estados do Nordeste peregrinam até a cidade durante três grandes romarias, o que também rende ao lugar um vigoroso comércio.

As missas celebradas na basílica e em dezenas outras igrejas da cidade e os dois museus dedicados a Padre Cícero juntos com a estátua encravada no alto de uma colina formam os principais atrativos turísticos de Juazeiro do Norte. Contudo, esse conjunto de atrações já não é considerado suficiente para a contemplação dos milhões que buscam todo ano o destino.

A Colina do Horto se tornará um cartão-postal ainda mais imponente, com a instalação da frase “Juazeiro Capital da Fé". O projeto prevê um letreiro de 10 metros de largura, 10 metros de altura e 250 metros de extensão. A obra está orçada inicialmente em R$ 800 mil, e será feita pelo governo do Estado do Ceará.

De acordo com a Secretaria das Cidades, o projeto ainda está na fase inicial de elaboração. Na semana passada, o estudo de engenharia e da topografia local foi iniciado. Passada essa fase, os impactos ambientais ainda serão avaliados para a aprovação da obra. Se tudo correr conforme o cronograma, ainda em 2012 Juazeiro do Norte terá o letreiro pronto.

Divulgação
A estátua do padre Cícero, em Juazeiro do Norte: principal referência do município teria ficado insuficiente para os romeiros, argumentam defesores do letreiro
A inspiração

O idealizador da iniciativa não é nenhum político, engenheiro nem artista plástico. O microempresário e radialista juazeirense Aluísio Nery contou que deu a ideia pessoalmente ao governador Cid Gomes (PSB) em uma de suas visitas á cidade. Aluísio chegou ao governador graças ao primo Camilo Santana, deputado licenciado e titular da Secretaria das Cidades – responsável pela obra.

A inspiração de Aluísio para o monumento é a mais óbvia possível. “Um dia eu estava acordado de madrugada vendo um desses filmes americanos e me deparei com os letreiros de Hollywood. Eu achei aquele cenário parecido com a Colina do Horto e achei que seria bonito de ser ver algo aqui assim”, detalhou.

De fato, em alguma coisa o Mount Lee, em Hollywood, lembra o cenário de Juazeiro do Norte. Ambos são como uma cordilheira que se estendem por centenas de metros formando uma divisa natural. Entretanto, enquanto o letreiro de Hollywood tem apenas nove letras, o de Juazeiro do Norte terá 19.

Teleférico

O secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte, José Carlos dos Santos, acredita que o letreiro irá incrementar ainda mais o número de visitantes da cidade. Além disso, ele acredita que a obra será como um presente para aumentar a autoestima dos juazeirenses.

Segundo Santos, a prefeitura da cidade está em fase de elaboração de um projeto antigo: a instalação de um teleférico. O equipamento daria ao visitante a possibilidade de ter uma vista área da paisagem e, de quebra, facilitaria a subida até o local onde fica a estátua. Hoje, o acesso é feito apenas por meio de uma estrada sinuosa.

Sobral faz escola

Obras imitando monumentos estrangeiros não são novidades para o Ceará . O município de Sobral, a 232 quilômetros de Fortaleza, é pioneiro nesse tipo de iniciativa.

A cidade tem seu próprio Arco do Triunfo desde 1950. A réplica da edificação parisiense fica em uma praça no centro da cidade Recentemente, com os 10 anos do atentado terrorista de 11 de setembro, um vereador sobralense quis prestar uma homenagem às vítimas dos atentados: apresentou um projeto para erguer um prédio inspirado nas Torres Gêmeas. Não conseguiu. Por outro lado, aprovou a construção do novo “Muro das Lamentações” na cidade.

Você também pode gostar:

- Em Juazeiro, Homem vai a Justiça contra fama de "campeão do mau humor"

- Sobral rejeita construção de réplica das Torres Gêmeas, mas aprova Muro das Lamentações

    Leia tudo sobre: juazeiro do nortepadre cícerocid gomes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG