Gangue mata homem por incomodar passageiro de ônibus em Fortaleza

Homem discutia com a mulher. Passageiro pediu que ele parasse. Ele se recusou. Após ligação, membros da gangue invadiram ônibus

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Um homem foi assassinado por uma gangue na periferia de Fortaleza, na noite de segunda-feira (21). Ele estaria incomodando os outros passageiros quando foi expulso do coletivo e morto com tiros e pedradas em um terreno baldio. 

Leia também: Grande Fortaleza tem 16 assassinatos em 48 horas

De acordo com a polícia, testemunhas relataram que a vítima estava gritando com sua mulher por volta da meia-noite em um dos ônibus que fazem a linha 686 (Conjunto São Bernardo). Um dos passageiros exigiu o fim da confusão. Como não teve sua ordem atendida, o homem ainda não identificado telefonou para um dos integrantes de uma gangue conhecida como “Coqueirinho”.

Reprodução/Google Maps
No bairro Alagadiço Novo há uma disputa entre as gangues conhecidas como "Coqueirinho" e "Mangueira"
Cerca de cinco homens embarcaram no ônibus minutos depois da chamada telefônica em um das paradas do itinerário no bairro Alagadiço Novo. Eles retiraram a vítima à força e cometeram o assassinato com vários tiros de revólver e pedradas. O corpo foi encontrado em um terreno abandonado.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa informou que a o bando tentou quebrar as câmeras de monitoramento do veículo, mas não conseguiu. As imagens irão ajudar nas investigações. Nenhum suspeito foi preso ainda.

No bairro Alagadiço Novo há uma disputa entre as gangues conhecidas como "Coqueirinho" e "Mangueira". Os grupos brigam pelo controle do tráfico na região, que inclui o bairro São Miguel – um dos mais violentos da capital cearense, localizado na grande Messejana. Recentemente, após uma sequência de assassinatos, a rivalidade motivou o reforço do policiamento na área.

    Leia tudo sobre: violênciafortalezagangues

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG