Dois vereadores de cidade no interior do Ceará são presos

Eles são acusados de integrar um esquema de contratação de funcionários fantasmas

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Reprodução Google Maps
Ibaretama, localizado no Sertão Central do Ceará, fica a 141 quilômetros de Fortaleza
Dois vereadores do município de Ibaretama, localizado no Sertão Central do Ceará, a 141 quilômetros de Fortaleza, foram presos na manhã desta terça-feira (31) acusados de integrar um esquema de contratação de funcionários fantasmas em troca de votos para a eleição da mesa diretora da Câmara Municipal. O secretário de Obras do município também foi preso acusado de superfaturamento de obras.

Os vereadores José Maria Cunha (PRB) e o vice-presidente da Câmara Municipal, Francisco Oliveira Filho (PP), são acusados pelo Ministério Público Estadual (MPE) de participar de um acordo em 2008 entre os vereadores de Ibaretama que garantiu a eleição do então vereador João Vieira Picanço (PSB) para a presidência da Câmara. Em 2010, Picanço teve o mandato cassado pelos colegas por improbidade administrativa.

Eles são denunciados por contratação de servidores fantasmas, desvios de recursos públicos e falsidade ideológica. De acordo com o promotor de Justiça da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), Luiz Alcântara, em troca dos votos para a eleição de presidente da Câmara, os parlamentares teriam se beneficiado com a contratação de assessores fantasmas e o pagamento de R$ 4.500.

A operação da Polícia Federal no município foi deflagrada para cumprir, ao todo, a 21 mandados de prisão preventiva e temporária. Além dos dois vereadores, empresários, servidores públicos e o secretário de Obras de Ibaretama, Raimundo Moraes, também foram presos. Eles estariam envolvidos em fraudes com empréstimos consignados e superfaturamento de obras.

O município de Ibaretama tem cerca de 15 mil habitantes. No dia 8 de Maio, completou 23 anos de emancipação política. A reportagem não conseguiu falar com os advogados dos acusados

    Leia tudo sobre: IbaretamaCearápolítica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG