Ceará diz que estádio está adiantado e quer Copa das Confederações

Ferruccio Feitosa, titular da Secretaria Especial da Copa do Ceará, afirma que arena estará pronta em dezembro de 2012

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Com 30% das obras do Estádio Castelão concluídas, Fortaleza, uma das cidades-sedes da Copa de 2014, alimenta a esperança de receber também os jogos da Copa das Confederações em 2013. Apesar de uma lista extraoficial ter sido divulgada pela imprensa no mês de maio anunciando Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Porto Alegre como as sedes escolhidas, Fortaleza ainda luta para não ficar de fora.

Leia também: Obras para a Copa estão atrasadas em todas as cidades-sede

A Fifa considera a Copa das Confederações um ensaio-geral da Copa do Mundo. A competição acontece em junho de 2013. Pelo cronograma oficial da Fifa, as 12 cidades-sedes deveriam ter os estádios prontos em dezembro de 2012 e, portanto, com estádios aptos a receber a Copa das Confederações. Como a informação da escolha das cinco cidades não foi confirmada pela FIFA nem pelo Comitê Organizador Local (COL), Fortaleza se vale do bom andamento das obras para manter as esperanças.

Daniel Aderaldo/iG
As obras do Estádio Castelão, em Fortaleza: previsão é que metade da construção esteja pronta em dezembro
“Não houve nenhum pronunciamento oficial por parte da FIFA. Não há nada nesse sentido no site deles”, argumenta o titular da Secretaria Especial da Copa do Ceará (Secopa), Ferruccio Feitosa. Segundo o secretário, se o principal critério para a escolha das cidades-sedes que irão receber as partidas da Copa das Confederações é ter um estádio pronto, Fortaleza continua na briga. “Estamos com 5% a 10% de adiantamento das obras”, comemora.

Ferruccio Feitosa afirma que todo projeto estará pronto em dezembro de 2012, apesar de ter colocado como prazo final abril de 2013. De acordo com ele, essa diferença de quatro meses é uma espécie de margem de segurança, que ela espera não precisar. “Essa é uma questão contratual para uma eventual necessidade de intervenção, como trocar uma porta, por exemplo”, explica.

A obra de reforma e ampliação custará, ao todo, R$ 518 milhões, incluindo intervenções internas e externas, a construção do novo prédio da Secretaria do Esporte do Ceará. As quatro etapas que compõem e obra estão em andamento. A primeira deverá ser concluída em agosto, com a entrega do prédio da secretaria e de parte do estacionamento. A implosão de parte da arquibancada oeste da arena antecipou a terceira etapa. A segunda compreende a construção de mais mil vagas de estacionamento e a quarta são intervenções na parte interna do estádio.

    Leia tudo sobre: castelãofortalezaceará

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG