Chuva forte causa alagamentos e fecha aeroporto em Fortaleza

Em pontos da capital cearense, a água ultrapassou 1 metro de altura. Com motoristas de ônibus em greve, situação do trânsito ficou muito complicada nesta sexta-feira

Daniel Aderaldo - iG Ceará | - Atualizada às

A forte chuva que atinge Fortaleza desde a manhã desta sexta-feira (22) causou transtornos em praticamente toda a cidade. Centro, bairros nobres e periferia ficaram com ruas e avenidas alagadas. O Aeroporto Internacional Pinto Martins foi fechado para pousos e as decolagens estão sendo realizadas por instrumentos.

Leia também: Veja a previsão do tempo em sua cidade
Em São Paulo:  Chuva de junho é a maior em 69 anos
No Paraná:  Chuva causa danos em 17 municípios e afeta mais de 50 mil pessoas

Daniel Aderaldo/iG
Cruzamento de avenidas no bairro Aldeota alagado

Até o início da noite, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) já havia registrado 161 milímetros de chuva. De acordo com o órgão meteorológico, a segunda maior do ano. A primeira ocorreu no dia 27 de março. Contudo, no início da noite, o tempo continuava nublado e ainda chovia em diversos pontos da capital.

Principal via de acesso ligando o centro ao bairro Aldeota, área nobre da cidade, a avenida Heráclito Graça ficou alagada em vários pontos. Em alguns deles, a água ultrapassou 1 metro de altura. Motoristas que tentaram passar pelos trechos ficaram no caminho. Vários carros precisaram ser rebocados, inclusive picapes com tração nas quatro rodas.

À tarde, a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) contabilizou e divulgou seis pontos de alagamentos em toda a cidade. Contudo, a lista não incluiu os trechos percorridos pela reportagem do iG , com a avenida Heráclito Graça e avenida Aguanambi – porta de entrada de Fortaleza para quem chega pela BR-116.

Daniel Aderaldo/iG
A água passou de um metro de altura na avenida Heráclito Graça, que liga o centro ao bairro Aldeota, área nobre da cidade

No cruzamento da avenida Desembargador Moreira com avenida Pontes Viera, o temporal abriu uma cratera e derrubou um equipamento de fiscalização eletrônica. Havia uma obra no local e a erosão do canteiro de obras provocou o incidente.

A pista do aeroporto de Fortaleza foi fechada para pousos após uma aeronave da Webjet ter um dos pneus estourados durante a aterrissagem. O voo comercial fazia escala e ainda deve seguir viagem até o Aeroporto Internacional de Guarulhos, seu destino final. De acordo com a Infraero, dos 63 voos domésticos previstos para o dia, cinco foram cancelados e 32 sofreram atrasos.

Com motoristas e cobradores de ônibus em greve há três dias , havia mais carros nas ruas e, com a chuva, vários engarrafamentos se formaram por toda cidade.

Até às 17h, a Defesa Civil de Fortaleza registrou 122 ocorrências. Entre as mais graves, 13 desabamentos. Nove imóveis ainda correm risco de ruir.

    Leia tudo sobre: chuvasalagamentosFortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG