Motoristas e cobradores de ônibus decretam greve em Fortaleza

Paralisação começa à 0h desta quarta-feira, diz sindicato. Profissionais reivindicam reajuste salarial de 15%

Daniel Aderaldo - iG Ceará |

Motoristas e cobradores de ônibus de Fortaleza decretaram greve nesta terça-feira (19) e anunciaram que as paralisações começarão a partir da 0h desta quarta. Eles reivindicam reajuste salarial de 15%, mas empresários oferecem 8,5%.

Leia também: 
Após 13 anos de obras, metrô de Fortaleza é inaugurado sem fortalezenses

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro-CE) ameaça parar 100% dos ônibus da capital cearense enquanto a Justiça não determinar a quantidade de veículos obrigados a circular.

A frota de ônibus de Fortaleza tem 1.796 veículos distribuídos em 251 linhas. A paralisação irá afetar cerca de um milhão de pessoas que utilizam esse meio de transporte público diariamente.

O sistema de transporte alternativo da capital possui apenas 320 vans. Táxis são 4.392 e os chamados mototáxis, 2.209.

Atualmente, o salário base dos motoristas de ônibus da capital cearense é de R$ 1.224,63. Já o dos cobradores é de R$ 734. Os mais de oito mil profissionais querem ainda aumento da cesta básica de R$ 60 para R$ 80 e do auxílio alimentação de R$ 7 para R$ 12.

Motoristas e cobradores se preparavam para iniciar a greve desde a quinta-feira da semana passada. A paralisação estava marcada para começar na segunda-feira, mas uma rodada de negociação adiou a decisão da categoria até o final desta tarde.

    Leia tudo sobre: greve de ônibusmotoristascobradoresFortaleza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG