A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje projeto que torna obrigatória a divulgação, durante a propaganda eleitoral no rádio e na televisão, dos nomes dos candidatos que tenham sido condenados pela Justiça de primeiro grau ou que respondam por quebra de decoro parlamentar. O projeto, do senador Pedro Simon (PMDB-RS), segue agora para o plenário e, se aprovado, vai ser avaliado na Câmara.

A Justiça Eleitoral terá de dar as explicações sobre a situação dos candidatos no começo e no fim dos programas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.