BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça do Senado adiou nesta quarta-feira (10) a votação do projeto que estabelece cotas raciais e sociais nas universidades públicas federais de todo o país.

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) pediu o adiamento da votação para que na próxima segunda-feira (15) seja feita uma audiência pública sobre o assunto. A matéria dever voltar à pauta da CCJ na quarta-feira (17).

O texto, já aprovado na Câmara, determina que 50% das vagas nas universidades sejam reservadas a alunos de escolas públicas. Metade dessas vagas deverá ser distribuída de acordo com critérios raciais e estabelecida proporcionalmente à distribuição populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A outra metade será distribuída conforme a renda familiar per capita, menor que um salário mínimo e meio.

Leia mais sobre: cotas em universidades

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.