CCJ adia votação de pedido de convocação de Dilma para falar sobre dossiê

BRASÍLIA - A oposição teve frustrada mais uma tentativa de convocar a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para falar sobre o suposto dossiê de gastos presidenciais na gestão Fernando Henrique Cardoso. O requerimento de convocação da ministra não foi votado nesta quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Agência Brasil |

O presidente da CCJ, Marco Maciel (DEM-PE), disse que não colocou o pedido em votação porque o autor do requerimento, senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), não estava presente. "É de praxe regimental que o autor do requerimento esteja presente na votação, até para poder falar sobre ele", explicou. Arthur Virgílio está em viagem ao exterior.

Nesta terça-feira, outro requerimento de convocação da ministra foi rejeitado por votação simbólica na Comissão de Meio Ambiente. Mas a oposição conseguiu convocá-la para dar explicações sobre o suposto dossiê na Comissão de Infra-Estrutura.

A ministra também irá à mesma comissão na semana que vem, mas para falar apenas sobre as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

    Leia tudo sobre: dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG