Catavento abre hoje em SP com instalações de ciências

A partir de hoje, o Espaço Catavento, local de exposições de ciências, preenche uma lacuna deixada pelos museus do Estado de São Paulo: a necessidade de criação de uma área de exposição de História Natural, dedicada à educação de crianças, jovens e adultos em temas complexos de maneira lúdica. Nos moldes do Museu do Futebol, que funciona no Estádio do Pacaembu, e do Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, o Espaço Catavento valoriza a participação do público nas instalações.

Agência Estado |

Como os outros espaços, o Catavento foi construído em uma estrutura já conhecida no cenário urbano paulistano. O Palácio das Indústrias, no Parque Dom Pedro II, região central, foi adaptado para receber constelações, animais, figuras históricas e, principalmente, estudantes. “O prédio sempre foi razoavelmente conservado. Depois de um longo processo, concluímos que era o local ideal”, afirmou o presidente do Conselho da Organização Social Catavento, Sérgio Freitas. O Palácio já foi sede da Prefeitura até 2002 e pertence ao Estado oficialmente desde 2007.

Uma parceria da Secretaria de Estado da Cultura e da Secretaria de Estado da Educação investiu R$ 20 milhões para estabelecer o museu. Foram 14 meses de trabalho para construir as 250 instalações presentes nos 8 mil metros quadrados do Palácio. “Cada área foi entregue a um cenógrafo e feita em parceria com instituições e universidades”, explica Freitas. São esperadas cerca de 1.500 pessoas diariamente no museu, o que deverá resultar em 500 mil visitantes somente no primeiro ano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG