Catapora pode acometer crianças durante todo o ano Por Adriana Bifulco São Paulo, 26 (AE) - Febre, mal estar, perda de apetite e alguns pontinhos vermelhos na pele, que depois se transformam em vesículas e provocam muita coceira. São os sintomas típicos da varicela, popularmente conhecida como catapora.

Esta enfermidade, mais comum em crianças, tem maior incidência no fim do inverno, entre os meses de agosto e outubro, mas tem acometido muitos pequenos neste período, já próximo do verão.

"Trata-se de uma doença altamente contagiosa, provocada pelo vírus varicela zoster. Ele é transmitido por via respiratória ou por contato direto", explica Maria Zilda de Aquino, pediatra, infectologista e coordenadora do Centro de Imunização do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

"O período de incubação varia de dez a 21 dias e o de contágio vai desde 48 horas antes da primeira lesão aparecer até que todas as lesões estejam na fase crostosa (com casquinhas) o que dura, em média, duas semanas", complementa Marco Aurélio Safadi, pediatra, infectologista, professor de pediatria da Santa Casa de São Paulo e coordenador da infectologia da rede de hospitais São Luiz.

As lesões aparecem em todas as partes do corpo e não surgem simultaneamente. A varicela, ou catapora, é considerada uma doença benigna e seu tratamento é sintomático. "Deve-se dar, sempre sob recomendação médica, paracetamol ou dipirona para controlar a febre - em qualquer quadro viral não se usa aspirina - um anti-histamínico para amenizar a coceira, além de manter o banho e as unhas da criança cortadas. O paciente deve ser isolado para não transmitir a varicela", enfatiza Maria Zilda.

Em alguns casos, no entanto, podem haver complicações como otites, pneumonites, meningoencefalites, infecções secundárias na pele e até mesmo lesões nos olhos. "Por isso é importante sempre buscar orientação médica para tratar a doença", alerta Safadi.

Quando a catapora chega ao fim o paciente recebe alta médica pode retomar suas atividades habituais. No entanto, ele ficará com o vírus herpes zoster latente, ou seja o vírus permanece no organismo e volta a se manifestar quando a pessoa estiver com a resistência baixa, estiver com mais idade. é mais comum o herpes zoster se manifestar em pacientes imunodeprimidos (pessoas com câncer ou aids, por exemplo). É o que o povo conhece como cobreiro.

A vacina contra a varicela deve ser aplicada quando a criança completa um ano e a segunda dose aos cinco anos. No entanto, a vacina não está disponível no Plano Nacional de Imunização e só é ministrada em casos de surto ou para os imunodeprimidos. Na rede particular, ela custa R$ 155,00. Há crianças que, mesmo tomando a vacina, podem contrair catapora. "Mas são casos muito mais brandos, com febre baixa e poucas vesículas", avisa Maria Zilda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.