RECIFE ¿ Com mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 20 de novembro, o governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), aproveitou o IX Fórum dos Governadores do Nordeste para abordar suas questões pessoais. Reafirmou seus compromissos como chefe do Executivo e apresentou a já anunciada carta divulgando seus feitos como administrador aos gestores e à imprensa. O documento se chama Paraíba está melhor e propaga ações nas áreas de educação, saneamento, desenvolvimento econômico, entre outros.

Ao sair da reunião dos governadores, Cássio voltou a se queixar da decisão tomada pelos ministros. "Estou buscando trazer luz à verdade. Será um golpe muito grande à democracia se o mandato que foi conquistado legítima e democraticamente ser cassado por um equívoco, por um erro da Justiça, que é feita por homens que podem errar", disse, referindo-se à acusação de que teria usado um programa de governo para arregimentar votos no período eleitoral de 2006, quando pleiteou a reeleição.

O tucano comemorou a receptividade dos colegas governadores. Segundo ele, todos manifestaram solidariedade em relação a sua situação. "Conheço Cássio há um bom tempo, ele faz um belo trabalho na Paraíba. Esse processo contra ele tem algumas falhas técnicas e fatos matemáticos inverídicos. Quero prestar minha solidariedade a Cássio", externou o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB).

Leia mais sobre: Cassio Cunha Lima

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.