Cassado PM acusado de matar jovem a choques em SP

O tenente da Polícia Militar (PM) Roger Marcel Vitiver Soares de Souza foi cassado pelo Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo. Ele e mais cinco militares são acusados de agredir e matar com choques elétricos o adolescente Carlos Rodrigues Júnior na cidade de Bauru.

Agência Estado |

O crime ocorreu em dezembro de 2007 e causou comoção e protestos no município, um dos mais importantes do interior paulista.

Todos os seis juízes votaram a favor da cassação de Souza, que perdeu o posto e a patente de 2º tenente, mas continuará na PM e receberá um terço do salário sem trabalhar. Depois da cassação, o tenente, denunciado pelo Ministério Público (MP), deverá ser expulso. Ele pode recorrer no próprio tribunal que o cassou ou no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os outros cinco militares acusados já foram expulsos da corporação.

No ano passado, a PM dispensou o cabo Gerson Gonzaga da Silva e os soldados Emerson Ferreira, Juliano Arcângelo Bonini, Maurício Augusto de Lasta e Ricardo Ottaviani. Eles integravam o pelotão comandado pelo tenente Souza, que na noite do dia 15 de dezembro de 2007 invadiu a casa do adolescente na periferia da cidade e achou uma motocicleta roubada. O rapaz, de 15 anos, foi acusado de roubar o veículo junto com outro menor. Como ele não confessou o roubo, foi espancado e recebeu choques elétricos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG